WhatsApp Image 2021-02-12 at 16.07.51 (2

Horondino Reis da Silva (Dininho Silva)


 

Nasci e me criei no Rio de Janeiro ouvindo música desde cedo, pois meu pai, o violonista Dino 7 Cordas me levava desde cedo a shows em praça pública, em gravações em estúdios e em programas de música na rádio Mayrink Veiga, locais onde me habituei a assistir e ouvir músicos como Jacob do Bandolim, Orlando Silveira, Altamiro Carrilho, Canhoto, Meira e logicamente, meu pai.

 

Aos 14 anos de idade, quando comecei a prestar atenção ao som do contrabaixo, ocorreu minha primeira incursão ao mundo das notas graves. Então, aos 16 anos, ganhei meu primeiro instrumento, e um mês depois já fazia bailes em clubes. Aos 18 anos, tirei carteira profissional de músico, e aos 21 anos comecei minha vida profissional pelas mãos de Paulinho da Viola, com o qual trabalho até hoje (2021).

 

Durante esses 51 anos de carreira, atuei com vários artistas, como Elton Medeiros, João Nogueira, Rafael Rabello, Época de Ouro de forma mais assídua e alguns artistas de modo esporádico, como Leila Pinheiro, Al-fredo del Penho, Joyce, Carol Saboya, Mariana Baltar, Claudio Nucci, Lui Coimbra, Rodrigo Maranhão, e vários outros.

 

Participei da elaboração dos primeiros livros da série Songbook, de autoria de Almir   Chediak, que mostra as partituras de modo completo de artistas com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Rita Lee, Bossa Nova, Cazuza e Tom Jobim.

 

Também na linha dos Songbooks, escrevi junto com Mário Sève e Rogério Souza, o Songbook do Choro (2007) com 297 Choros dos mais diversos estilos e que também foi produzido por Almir Chediak.

 

Além disso, costumo escrever arranjos musicais, dentre os quais destaco:

- Joaquim Callado o pai dos Chorões(3 músicas)

- Todas as canções (1 música) Raphael Rabello e Amélia Rabello

- Marion Duarte (3 músicas) 2013.

 

Atualmente, além de trabalhar com Paulinho da Viola, faço parte do Grupo Toque de Prima desde a sua fundação (1995).