• Facebook
  • Instagram

Márcio Marinho

Nascido em Brasília em novembro de 1984, Márcio Marinho começou a ter aulas de cavaquinho aos 13 anos. Com raro talento musical, em 1999, aos 15 anos ,começou a atuar como solista do grupo “Os Novos Chorões”. A partir de 2001 foi chamado para compor outro grupo de choro o “Sorrindo à Toa” sob o comando de Reco do Bandolim, um marco na carreira do artista foi uma apresentação para o então presidente Fernando Henrique Cardoso. Com o Trio ́Cai Dentro”, um passo importante foi dado à partir de um convite de Hermeto Pascoal para que participasse de um show com ele no Clube do Choro de Brasília em 2003. E, em 2004, também a convite de Reco do Bandolim, Márcio entrou no conjunto “Choro Livre” - um dos pioneiros do estilo em Brasília, como cavaquinista base. 
Com o inicio da sua carreira internacional, Márcio Marinho já conta no currículo apresentações na Argentina, Peru, Uruguai, Chile, Bolívia, México, Dubai, França, Alemanha, Tunísia, Maputo, Suriname, Viena, Itália, Portugal, Canadá, Estados Unidos China e Espanha. Em 2013 esteve na Feira do Livro de Frankfurt, Alemanha, cujo país homenageado era o Brasil. Fez nove apresentações durante a Feira, com o grupo “Choro Livre”, além de tocar no Conservatório Goethe (Frankfurt).Além de várias apresentações, Márcio Marinho também faz parte dos grupos musicais: Face Quarteto, de artistas como o Mestre Spok; e o Samba Urgente, projeto que leva mais de 8 mil pessoas a ocupar os espaços públicos de Brasilia desde 2019, fazendo shows com convidados como Roberta Sá , Paula Lima e Sombrinha, vocalista do Fundo de Quintal.Em 2020 surgem novos, projetos com eles o seu novo CD com a releitura das Partitas No 1 & 2, músicas de Johann Sebastian Bach. As Partitas, BWV 825–830, são um conjunto de seis suítes de cravo escritas por Johann Sebastian Bach, e publicadas entre 1726 e 1730, em Leipzig, sob o título da primeira parte dos trabalhos publicados durante a sua vida, e que se chamaram: Clavierübung. Em breve estará em todas as plataformas digitais.